Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/5760
Title: O impacto da COVID-19 na livre circulação de pessoas na UE e restrições justificadas por razões de saúde pública: uma breve análise
Authors: Sousa, Constança Urbano de
Keywords: Liberdade de circulação de pessoas
cidadania da União
controlos de fronteiras
COVID 19
Issue Date: Dec-2021
Publisher: Ratio Legis - Centro de Investigação e Desenvolvimento em Ciências Jurídicas. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: A pandemia COVID 19 na União Europeia implicou, praticamente em todos os Estados-Membros, a adoção de medidas para controlar a propagação e gerir o seu impacto nos sistemas nacionais de saúde. As medidas adotadas (confinamento, quarentenas, encerramento ou controlo de fronteiras, exigência de Certificado Digital COVID, com ou sem teste negativo complementar, entre outras) tiveram uma inegável repercussão na livre circulação de pessoas no interior da União, afetando um dos seus princípios estruturantes. Objetivo deste artigo é analisar a conformidade de algumas destas medidas com o Direito da União Europeia, em especial com os princípios que regulam a possibilidade de restrições à livre circulação de pessoas com fundamento em razões de saúde pública.
Peer Reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/11144/5760
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.26619/2184-1845.XXII.2.1
ISSN: 2184-1845
Appears in Collections:GALILEU - Revista de Economia e Direito. Vol. XXII, nº2 (2021)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Galileu_XXII_2_Impacto.pdf145,43 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.