Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/5916
Title: Psicólogos, que futuro?
Authors: Pinto, José da Silva Pinto
Keywords: Psicólogo
Issue Date: 2008
Publisher: Ediual
Abstract: A psicologia é actualmente uma das ciências na moda em Portugal. Muitos candidatos, muitos interessados, mas o que se questiona neste artigo é se será vantajoso formar em Psicologia pessoas que não tenham as condições mínimas necessárias para o exercício sério e condigno da profissão, pese embora o lugar modestíssimo que o nosso país ocupa na Europa em termos de população com curso superior. A inexistência de um órgão competente para fiscalizar o exercício da psicologia agrava contundentemente este problema e fá-lo-á ainda mais com a entrada em vigor do sistema de ensino/aprendizagem preconizado pelo Acordo de Bolonha, uma vez que começa a ser demasiado evidente que facilita a desonestidade e a obtenção de classificações minimamente satisfatórias sem que o estudante tenha o conhecimento básico essencial. Este cenário pode vir a tomar-se tenebroso num futuro próximo, se nada for feito para corrigir as distorções que o país sempre introduz em tudo em que se compromete e se as “adaptações” de que se ouve cada vez mais falar, não forem reduzidas ao mínimo e o sistema posto a funcionar como ele é reahnente na sua essência e, naturalmente, com todos os custos financeiros que isso implica.
Peer Reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/11144/5916
ISBN: 978-972-8094-98-0
Appears in Collections:EDIUAL - PSIQUE. Vol.04(2008)
PSIQUE. Vol.04(2008)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_10.pdf1,02 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.