Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/11144/3385
Título: A essencialidade do advogado na administração e efetivo acesso à justiça nos moldes do artigo 133 da Constituição da República Federativa do Brasil
Autor: Moura, Márcio Bento de
Orientador: Rosário, Pedro Trovão do
Palavras-chave: advogado
essencialidade
acesso à justiça
Data: 14-Dez-2017
Resumo: A presente investigação foi decotada dos ditames do art. 133 da Constituição da República Federativa do Brasil, e tem como objetivos questionar a essencialidade do Advogado na administração da justiça; alternativas de acesso rápido à justiça por intermédio do Advogado; o acesso à justiça no Brasil será efetivamente garantido pelo cumprimento do art. 133 de sua Constituição Federal? O Advogado sendo essencial à administração da justiça, na forma prevista pela Constituição Brasileira, possui condições na atual conjuntura social de exercer tal prerrogativa; conceder às relações privadas no Brasil, soluções rápidas e efetivas dos litígios oriundos de tais relações, sem necessariamente recorrer ao Estado-juiz; desmistificar a expressão “Interesse Público,” no sentido de ser aplicada sempre em detrimento dos direitos do cidadão quando conflitante com os interesses do Estado, dificultando o acesso à justiça.
URI: http://hdl.handle.net/11144/3385
Aparece nas colecções:DDIR - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação corrigida final Márcio Bento de Moura.pdf1.52 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.