Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2410
Title: Movimentos de Capital
Authors: Paiva, Amadeu
Issue Date: 1997
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Uma característica notável do saldo global dos movimentos de capital, no ano de 1995, entre residentes e não residentes é o de ser praticamente nulo, conforme se constata no quadro 1 (ver Infografia). Para este resultado contribuiu decisivamente o valor líquido da posição externa de curto prazo dos bancos, significativo por representar 5,7% do PIB. A posição externa de curto prazo dos bancos deriva principalmente de operações denominadas em escudos (investimento em obrigações) de bancos residentes e entidades financeiras não residentes, nomeadamente em operações concertadas entre aqueles e fundos de investimento residentes pertencentes ao mesmo grupo financeiro.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2410
ISBN: 972-8179-13-8
Publisher version: http://janusonline.pt/1997/1997_3_33.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 1997 - As relações exteriores

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus1997_3_33.doc143 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.