Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2328
Title: Bases estrangeiras e aliadas
Authors: Vegar, José
Issue Date: 1998
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Portugal nunca retirou os dividendos adequados do estabelecimento de bases militares de países aliados em território nacional. Pelo contrário, os Estados Unidos da América, que operam a base das Lajes – Ilha Terceira, Açores — desde, oficialmente, 1951, a Alemanha, que começou a levantar a base de Beja em 1960, e a França, com uma estação na ilha das Flores, Açores, de rastreio de engenhos balísticos desde 1964, adquirem, no caso dos EUA, ou adquiriram, Alemanha e França, com a fixação em território português, mais valias estratégicas e operacionais importantes para a sua política de Estado e de Defesa.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2328
ISBN: 972-8129-27-8
Publisher version: http://janusonline.pt/1998fa/1998fa_3_12.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 1998: Suplemento - As Forças Armadas Portuguesas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus1998FA_3_12.doc239.5 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.