Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/6886
Title: A incapacidade causada pela lombalgia em jovens e adultos ativos: estudo da sua relação com o desempenho cognitivo, a personalidade e a satisfação com a vida
Authors: Ruivo, Ana Margarida Carimbo
Advisor: Albuquerque, Pedro Armelim Baptista de Almiro e
Keywords: Incapacidade causada pela lombalgia
Personalidade
Neuroticismo
Desempenho Cognitivo
Satisfação com a Vida
Issue Date: 30-Apr-2024
Abstract: A dor e a incapacidade são as características mais acentuadas da lombalgia. Contudo, poucos são os estudos que relacionem a incapacidade causada pela lombalgia (ICL) com as dimensões de personalidade desenvolvidos por Eysenck, com o desempenho cognitivo e com a satisfação com a vida, em jovens e adultos ativos, sendo este o objetivo principal deste estudo. Este estudo Este estudo, que é do tipo quantitativo, transversal, correlacional e exploratório, contou com uma amostra de 89 participantes, divididos em dois grupos: grupo clínico, que complementa os participantes com diagnóstico de lombalgia, e grupo da comunidade, que complementa os participantes saudáveis. Foram-lhes aplicados diversos instrumentos de avaliação, designadamente: o Questionário de Incapacidade de Roland Morris (RMDQ) para medir a ICL, o Questionário de Personalidade de Eysenck – Forma Revista (EPQ-R) para avaliar a personalidade, o Trail Making Test A & B (TMT A e B) e o Montreal Cognitive Assessment (MoCA) para avaliar o desempenho cognitivo, e a Escala de Satisfação com a Vida (SWLS) como forma de medir a satisfação com a vida. Aquando dos resultados, podemos observar correlações estatísticas significativas entre os totais do RMDQ e a escala de N (p < .01) e o domínio da Abstração (p < .05) do MoCA. Relativamente às comparações, foram observadas diferenças estatísticas significativas entre as pontuações médias no total do RMDQ (p < .01), na escala do Neuroticismo do EPQ-R (p < .01) e na escala do Psicoticismo do EPQ-R (p < .05) relativamente ao grupo clínico, e no total da SWLS (p < .01) relativamente ao grupo da comunidade. Foi observado também que os participantes do grupo clínico demoraram mais tempo a completar o TMT A & B, comparativamente aos participantes do grupo saudável. Não foram encontradas correlações significativas nas restantes variáveis. Com base nestes dados, foi possível concluir que a ICL se encontra relacionada com as dimensões da personalidade, nomeadamente o Neuroticismo. É possível concluir também que a satisfação com a vida é inferior nos indivíduos com diagnóstico de lombalgia.
URI: http://hdl.handle.net/11144/6886
Thesis Degree: Dissertação de Mestrado em Psicologia. Psicologia clínica e de aconselhamento
Appears in Collections:DPS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação de mestrado de Ana Ruivo 20160343.pdf1,23 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open
Ana Ruivo ERRATA 2.pdf156,44 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.