Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/617
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorFraga, Luís Alves de-
dc.date.accessioned2014-11-10T16:45:42Z-
dc.date.available2014-11-10T16:45:42Z-
dc.date.issued2014-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11144/617-
dc.description.abstractEm poucas páginas procuram identificar-se e justificar-se as duas linhas fracturantes da 1.ª República e, por isso, fatais para a sua subsistência em Portugal. Vão-se, através de explicações muito simples, percorrer os anos da 1.ª República e compreender que, afinal, os remédiospoliticamente preconizados, defendidos e aplicados para trazer a modernidade europeia — modernidade que a Monarquia não tinha sido capaz de promover ou não havia querido implantar — constituíram o venenoque determinou o fim do regime democrático, fazendo surgir a hipótese de uma restauração monárquica que o tempo acabou por diluir também por causa dos vastos desentendimentos entre todos os que desejavam um rei em vez de um presidente.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectPortugalpor
dc.subjectIgreja Católica Apostólica Romanapor
dc.subjectRepúblicapor
dc.subjectExércitopor
dc.subjectModernidadepor
dc.subjectGrande Guerrapor
dc.subjectFrançapor
dc.subjectEstado Novopor
dc.subjectMonarquiapor
dc.subjectMonárquicospor
dc.subjectInglaterrapor
dc.titleBreves reflexões sobre o desastre da República em Portugalpor
dc.typearticlepor
dc.peerreviewednopor
Appears in Collections:BUAL - Artigos/Papers
DRI - Artigos/Papers

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Reflexões Sobre a República _2_.pdf30,96 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.