Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/5057
Title: Perceções dos Seniores Quanto aos Benefícios de Participação num Programa de Canto em Grupo
Authors: Matos, Sara Venera de
Advisor: Galinha, Iolanda
Keywords: Grupos de Canto
Adultos Mais Velhos
Perceção de Benefícios
Estudo Experimental Randomizado.
Issue Date: 18-Mar-2021
Abstract: Vários estudos têm reportado que o canto em grupo está associado a diversos benefícios para o bem-estar, para a qualidade de vida e para a saúde dos adultos mais velhos. Porém, existem poucos estudos com desenho experimental capazes de validar a causalidade desses benefícios. Assim, neste estudo de caráter experimental cruzado, com distribuição aleatória dos participantes por grupos de intervenção e de controlo (em lista de espera), recorreu-se a medidas quantitativas por questionário e a medidas qualitativas através de entrevistas semiestruturadas para testar os efeitos de um programa de canto em grupo, com a duração de quatro meses, 34 sessões de duas horas cada sessão, no Bem-Estar (Satisfação com a Vida, Afeto Positivo e Negativo), na Qualidade de Vida, no número de consultas assistidas e na alteração da medicação receitada em adultos mais velhos. Recolheu-se uma amostra de 149 seniores (16.7% homens e 83.3% de mulheres) com uma média de idades de 76.66 (DP = 8.79), com um rendimento mensal médio de 564.76 euros (DP = 24.83), utentes das Santas Casas da Misericórdia de Almada e de Lisboa, divididos em dois grupos, experimental (n = 89), e de controlo (n = 60). Os grupos revelaram homogeneidade em relação às variáveis do estudo no pré-teste. Relativamente aos resultados do estudo no Bem-Estar Subjetivo verificaram-se efeitos significativos da participação no grupo de canto no Afeto Positivo, não se tendo verificado efeitos nas restantes dimensões do Bem-Estar Subjetivo. Quanto à Qualidade de Vida, verificaram-se efeitos marginalmente significativos na perceção de saúde física, não se tendo verificado efeitos significativos nas restantes dimensões da Qualidade de Vida. Não se verificaram efeitos significativos da intervenção no número de consultas assistidas e na medicação receitada. A análise qualitativa das entrevistas semi-estruturadas revelou que o impacto do programa foi avaliado de forma muito positiva pela maioria dos participantes (98.6%). Os principais benefícios reportados pelos participantes foram o bemestar (emocional e satisfação com a vida) (50%), os benefícios sociais (30.6%) e os benefícios para o desenvolvimento pessoal (12.2%), tendo sido as três categorias temáticas mais focadas pelos seniores. Os resultados sugerem que programas de canto em grupo com a duração de quatro meses podem promover resultados positivos no Afeto Positivo e na perceção de saúde física dos seniores, mas não em outras variáveis como do Bem-Estar e da Qualidade de Vida, o número de consultas assistidas e a toma de medicação. Programas com períodos de intervenção superiores poderão produzir resultados mais significativos em populações com idade avançada, sendo necessários mais estudos com desenho experimental para testar os seus efeitos.
URI: http://hdl.handle.net/11144/5057
Thesis Degree: Dissertação de Mestrado em Psicologia. Psicologia Clínica e de Aconselhamento
Appears in Collections:DPS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Sara Matos.pdf1,81 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.