Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/4690
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMaia, Bruno-
dc.contributor.authorLopes, Rafael Pereira-
dc.date.accessioned2020-12-18T15:42:34Z-
dc.date.available2020-12-18T15:42:34Z-
dc.date.issued2020-09-28-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11144/4690-
dc.description.abstractO estudo da política de dividendos é um dos temas sobre os quais os investigadores mais se têm debruçado, desenvolvendo na área das finanças empresariais estudos empíricos e teorias que ainda hoje se destacam pela falta de consenso existente, sendo evidentes as lacunas na literatura sobretudo acerca das micro, pequenas e médias empresas sem títulos admitidos à cotação. O principal objetivo desta dissertação é o de estudar os determinantes das políticas de distribuição de dividendos no contexto das PME em Portugal. O trabalho inclui uma revisão da literatura e uma abordagem empírica para que se tenha por base dados reais das empresas no período em estudo (2010-2017). A metodologia adotada seguiu um modelo de regressão linear múltipla, de dados em painel através do software econométrico STATA 15.1. A amostra é constituída por um painel de dados balanceado e foi definida como variável dependente o pagamento de dividendos, tendo sido testadas as seguintes variáveis independentes: os dividendos do ano anterior, o endividamento, as oportunidades de investimento, a dimensão, a rendibilidade e a idade das empresas. Os resultados sugerem a influência positiva do valor dos dividendos do ano anterior, da dimensão e da rendibilidade no montante de dividendos distribuídos pelas empresas, porém as variáveis endividamento, oportunidades de investimento e idade não seguem as linhas da literatura, pois não apresentam uma correlação estatisticamente significativa com a va riável dependente. Após algumas limitações, como a disponibilização restrita de dados que reduziu o número de hipóteses testadas, e também o facto de mais de metade das empresas da amostra não terem apresentado dados relativos à distribuição de resultados, foi possível concluir que os dividendos tendem a manter-se regulares, estando o pagamento de dividendos significativamente correlacionado com os resultados distribuídos no ano anterior, assim como com a rendibilidade e a dimensão das empresas.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.subjectPolítica de dividendospt_PT
dc.subjectPMEpt_PT
dc.subjectRegressão Linear Múltiplapt_PT
dc.subjectPainel de Dadospt_PT
dc.titleDeterminantes da política de distribuição de dividendos das PME não cotadas no contexto Portuguêspt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
thesis.degree.nameDissertação de Mestrado em Gestão de Empresas.pt_PT
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Sociais::Economia e Gestãopt_PT
dc.identifier.tid202527190pt_PT
Appears in Collections:DCEE - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE. Finalizada.pdf1,03 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.