Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/4673
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPires, Mónica-
dc.contributor.authorBalagões, Catarina Isabel da Cruz-
dc.date.accessioned2020-12-09T13:02:43Z-
dc.date.available2020-12-09T13:02:43Z-
dc.date.issued2020-10-14-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11144/4673-
dc.description.abstractA co-parentalidade após a separação/divórcio é essencial para um ajustamento saudável da criança, principalmente em ambientes de alto conflito. Os estilos de autoridade parental, uma co-parentalidade de triangulação e/ou conflito podem aumentar a vulnerabilidade da criança. Considerando o crescente número de divórcios na última década e o debate existente acerca dos regimes de residência, torna-se imprescindível a sua discussão e as suas repercussões no ajustamento dos filhos. Pretendemos explorar os efeitos dessas variáveis no ajustamento das crianças, filhas de pais separados em processos de regulação de responsabilidades parentais. Os Questionários de Estilos Parentais – Versão para pais e o Questionário de Co-parentalidade e Questionário de Capacidades e Dificuldades, aplicados a 104 díades, 52 em regime de residência alternada e 52 em regime de residência exclusiva. Os progenitores participaram de forma voluntária e todos os padrões éticos e de proteção de dados foram assegurados. No geral, os índices de cooperação foram mais elevados em regimes de residência alternada e em separações/divórcios por mútuo acordo. Os valores da triangulação e conflito apresentaramse mais elevados em regimes de residência exclusiva e em separações por litígio. Os resultados evidenciaram o poder preditivo do modelo, compreendendo os estilos de autoridade parental (autoritativo, autoritário e permissivo) e as dimensões da co-parentalidade (cooperação, triangulação e conflito) no ajustamento infantil, incluindo problemas de internalização e externalização para ambos os regimes de residência (residência alternada e residência exclusiva). Em ambos os regimes de residência, o modelo com maior impacto teve como preditores o estilo autoritário e a hiperatividade. Separações/divórcios por mútuo acordo revelaram-se um forte fator de proteção para as crianças contrariamente aos processos por litígio. Crianças em regime de residência alternada apresentaram menos problemas de ajustamento comparativamente à residência exclusiva, no entanto, a maior diferença residiu no tipo de separação. Apesar disso o comportamento prósocial exibiu os scores mais elevados em ambos os regimes de residência. Ao recolher dados junto de pais e mães em processos de divórcio ou de regulação de responsabilidades parentais em curso, este estudo providencia a perspetiva parental particular, num corte temporal único revestido de muitas alterações familiares normalmente de difícil acesso. Contribuiu assim para o estudo do impacto da separação e regime de responsabilidades parentais no ajustamento da criança, numa altura em que o regime de residência alternada se torna mais frequente em Portugal. Crianças em regime de residência alternada por mútuo acordo com pais autoritativos, em co-parentalidade de cooperação sem conflito, poderão apresentar um melhor ajustamento. Em situações familiares em que prevalece o conflito ou triangulação no 4 exercício conjunto da parentalidade, verificam-se implicações negativas no ajustamento da criança, nestas situações, os estilos parentais autoritaitvo e permissivo associam-se à coparentalidade e separações por mútuo acordo para um melhor ajustamento. O regime de responsabilidades parentais e respetiva decisão da residência, deverá ser analisado caso a caso, garantindo o superior interesse da criança.pt_PT
dc.language.isoporpt_PT
dc.rightsopenAccesspt_PT
dc.subjectResidência exclusiva/alternadapt_PT
dc.subjectEstilos de Autoridade Parentalpt_PT
dc.subjectCoparentalidadept_PT
dc.subjectAjustamento da Criançapt_PT
dc.titleCasa da mãe/casa do pai: estilos parentais, coparentalidade e ajustamento da criança à separação em residência alternada vs. residência exclusivapt_PT
dc.typemasterThesispt_PT
thesis.degree.nameDissertação de Mestrado em Psicologia. Psicologia Clínica e de Aconselhamentopt_PT
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologiapt_PT
dc.identifier.tid202534413pt_PT
Appears in Collections:DPS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Catarina Balagões.pdf1,98 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.