Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/3311
Title: Da “sociedade de risco” à “modernidade líquida”
Authors: Mendes, João Maria
Keywords: Beck
Bauman
Risco
Modernidade líquida
Issue Date: 18-Nov-2011
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Dois livros marcam, como sintomas de etapas relevantes no devir das sociedades desenvolvidas contemporâneas, um ponto de partida e um ponto de chegada no processo de desconstrução dos equilíbrios e dos contratos sociais herdados do Welfare State: em 1986, Ulrich Beck publicava Risk Society — Towards a New Modernity, defendendo que as sociedades ocidentais estavam a caminho de formas de organização mais refl exivas, baseadas numa nova “economia política do conhecimento”, apoiadas nas suas ciências e técnicas. Em 2000, Zigmunt Bauman publicava Liquid Modernity, descrevendo a “liquefacção” de todos os valores “sólidos” sobre os quais as sociedades ocidentais desenvolvidas assentavam, e o desmoronamento das arquitecturas sociais que tinham dado origem à própria ideia de “desenvolvimento”. Tomando os “manifestos sociológicos” de Beck e Bauman como pontos de partida, esta comunicação propõe-se refl ectir sobre o devir das sociedades actuais, inscrevendo-se numa tradição prospectiva que herda sobretudo da “filosofia social”.
Peer Reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/11144/3311
ISBN: 978-989-8191-53-3
Publisher Version: http://observare.autonoma.pt/conference/images/stories/conference%20images%20pdf/S3/Joao_Maria_Mendes.pdf
Appears in Collections:I CONGRESSO INTERNACIONAL DO OBSERVARE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Joao_Maria_Mendes.pdf770,18 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.