Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/3246
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorToldy, Teresa Martinho-
dc.date.accessioned2017-11-07T16:38:38Z-
dc.date.available2017-11-07T16:38:38Z-
dc.date.issued2011-11-16-
dc.identifier.isbn978-989-8191-53-3-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11144/3246-
dc.description.abstractOs discursos e as práticas modernas relegaram a religião para o domínio privado e para o raciocínio individual. Contudo, apesar de a Modernidade ocidental ter criado o “mito” de que o desaparecimento ou a redução da religião à consciência individual contribuiria para a paz entre os povos, os contornos da re-apropriação política actual da religião parecem revelar outras realidades complexas: a religião é invocada por governos laicos para legitimar identidades culturais em confl ito com outras identidades culturais ou para reagir às mesmas. Assistimos actualmente na Europa ao recrudescimento de discursos que enfatizam as “raízes judeo-cristãs” como forma de assinalar pertenças a outros credos religiosos (nomeadamente, ao Islão) como algo alegadamente “alheio ao espaço europeu”. As práticas políticas e legislativas em questões como a do véu islâmico ou a construção de mesquitas em cidades europeias referem frequentemente as raízes judeo-cristãs, ignorando ou reinterpretando uma presença islâmica na Europa durante séculos. Estes discursos parecem contribuir para reforçar a exclusão de grupos que são encarados como “diferentes”, “estranhos” ou simplesmente tolerados, senão recusados. Os meios de comunicação social fazem eco deste “diferendo” tanto nas suas notícias sobre “minorias” como nas informações que dão acerca dos discursos e práticas políticos já mencionados. Esta comunicação visa analisar a forma como os meios de comunicação produzem e reproduzem as referências à religião como modos de estabelecer “identidades não-comunicantes”. Para tal, analisar-se-á imprensa nacional e internacional, também com o objectivo de encontrar pontos de comparação: de facto, se estes tópicos são muito importantes em muitos países europeus, parecem permanecer silenciados (ou, no mínimo, em silêncio) nos meios de comunicação portugueses. A comunicação procurará compreender possíveis signifi cados destas diferenças, tendo em conta a diversidade de contextos socioculturais.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherOBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboapor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectreligiãopor
dc.subjectidentidadepor
dc.subjectpolíticapor
dc.subjectmediapor
dc.subjectexclusõespor
dc.titleDiscursos sobre a “religião ‘dos outros’” – análise comparada da imprensa europeiapor
dc.typearticlepor
degois.publication.locationLisboapor
degois.publication.titleOBSERVARE 1st International Conference - Internacional Trends and Portugal´s Positionpor
dc.peerreviewedyespor
dc.relation.publisherversionhttp://observare.autonoma.pt/conference/images/stories/conference%20images%20pdf/S1/Teresa_Toldy.pdfpor
Appears in Collections:I CONGRESSO INTERNACIONAL DO OBSERVARE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Teresa_Toldy.pdf269,57 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.