Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2032
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorHespanha, António Manuel-
dc.date.accessioned2015-11-24T12:05:53Z-
dc.date.available2015-11-24T12:05:53Z-
dc.date.issued2000-
dc.identifier.isbn972-8179-30-8-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11144/2032-
dc.description.abstractNos meados do séc. XVIII, Portugal recebe, finalmente, a influência das correntes doutrinais que, desde há pouco menos de dois séculos, vinham a construir a moldura político-jurídica da Europa moderna. Foi o Marquês de Pombal (1699-1782), ele próprio um "estrangeirado" com longa vivência em cortes "iluminadas" da Europa (Áustria, Inglaterra), que as aplicou sistematicamente. O modelo básico da nova organização era o Estado iluminista (ou "de polícia", Polizeistaat), caracterizado pelo absolutismo político do monarca, ao serviço de uma reforma política, social, cultural, económica e até religiosa, que reorganizasse a sociedade de acordo com normas racionais em vista da felicidade geral.por
dc.language.isoporpor
dc.publisherOBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboapor
dc.rightsopenAccesspor
dc.titlePortugal e a cultura política europeia no século XVIIIpor
dc.typearticlepor
degois.publication.locationLisboapor
degois.publication.titleJANUS 1999-2000 - Dinâmicas e tendências das relações externaspor
dc.peerreviewednopor
dc.relation.publisherversionhttp://janusonline.pt/1999_2000/1999_2000_1_19.htmlpor
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 1999-2000 - Dinâmicas e tendências das relações externas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus9900_1_19.doc218 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis Logotipo do Orcid 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.