Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/692
Title: Responsabilidade social das empresas: em busca do equilíbrio económico, social e ambiental
Authors: Moura, Mário Rui de Abreu Duarte
Orientador: Dias, Álvaro Lopes
Keywords: Economia de Empresa
Responsabilidade Social
Issue Date: 2014
Abstract: O estudo de responsabilidade social das empresas (RSE) que se apresenta é resultado de três questões de base: (a) Quais são as práticas empresariais que mais contribuem para a RSE; (b) Qual é a relação que existe entre as práticas empresariais e as variáveis de gestão selecionadas; (c) Qual é a influência da dimensão das empresas e do setor de atividade nas práticas? Trata-se de um estudo descritivo e correlacional baseado em duas amostras de empresas portuguesas (2613 e 69 empresas) e pressupõe que a RSE varia de acordo com o comportamento empresarial relativamente a clientes, direitos humanos, liderança, práticas laborais, parcerias e recursos, ética e desenvolvimento da comunidade. Analisa-se quais são as práticas empresariais que mais contribuem para a configuração de empresas socialmente responsáveis e testa-se seis hipóteses que permitem determinar o sentido e a intensidade dos níveis de responsabilidade social. O estudo estabelece paralelo com outros estudos para identificar a evolução e a intensidade de aplicação dos recursos nas dimensões económica, social e ambiental. Os resultados revelam que a aplicação dos recursos relevantes para a RSE incide predominantemente na dimensão económica, relegando para segundo plano os recursos relativos às dimensões social e ambiental. Estes resultados assemelham-se aos encontrados em estudos portugueses entre 2004 e 2009, indiciando um persistente desequilíbrio no ´tripé da sustentabilidade’. As seis hipóteses testadas são confirmadas em cinco casos, com a possibilidade de confirmação em todos os casos mediante um estudo mais aprofundado sobre a hipótese relativa às práticas de respeito dos direitos humanos. Os resultados mostraram que as variáveis de gestão selecionadas exercem influência sobre os níveis de responsabilidade social das práticas. A variável dimensão da empresa não exerce muita influência sobre as práticas de RSE, mas em termos descritivos verifica-se a existência de padrões sequenciais de melhores práticas por dimensão das empresas e setores de atividade. Os resultados alcançados constituem um desafio às empresas no sentido de incluirem a RSE na estratégia global adotada e promoverem o equilíbrio do ‘tripé da sustentabilidade’ a médio prazo.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/692
Appears in Collections:DCEE - Teses de Doutoramento
BUAL - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese 09.2014.pdf3.58 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.