Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/4267
Title: Espelho, espelho meu, o corpo do outro é mais vigoroso que o meu? Influência da cultura no desenvolvimento da dismorfia muscular
Other Titles: Mirror, my mirror, the body of the other is bigger than my? Influence of culture in the development of muscle dysmorphia
Authors: Medeiros, Eduardo Mendes
Moura, Jefferson Gomes da Costa
Keywords: Cultura
Psicologia corporal
Gênero masculino
Dismorfia muscular.
Issue Date: Jan-2019
Publisher: EDIUAL
Abstract: No presente artigo realizou-se uma articulação teórica discutindo a influência da cultura de culto ao corpo no desenvolvimento da dismorfia muscular. Trata-se de um estudo bibliográfico com abordagem qualitativa, onde foram consultadas: a plataforma CAPES, o Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP), e as bases de dados: American Psychological Association (APA), Ebsco, Taylor & Francis, Sagepub, Springer e Elsevier, utilizado os descritores e suas combinações em língua inglesa: “Dismorfia corporal”, “Dismorfia muscular, “Vigorexia”, “Cultura se culto ao corpo”. Nos resultados deste estudo, definiu-se o conceito do transtorno dismórfico corporal e de seu subtipo, a dismorfia muscular. Realizou-se uma articulação teórica entre a cultura de culto ao corpo e o surgimento da dismorfia muscular. Apresentou-se, uma revisão dos dados das pesquisas realizadas em seres humanos. Em seguida, identificaram-se as lacunas encontradas nesta investigação científica sobre a dismorfia muscular. Compreendeu-se que no contexto sociocultural ocidental, a cultura de culto ao corpo influenciou a forma como o indivíduo se relaciona com o próprio corpo, visto que a cultura é um dos principais pontos de referência na avaliação da autoimagem corporal. Deste modo, algumas psicopatologias passaram a se apresentar. Uma vez que, esta cultura propicia que o indivíduo invista em si gradualmente para se adequar aos padrões de perfeição que lhes são exigidos. Concluiu-se que é nesta perspectiva, portanto, que está inserido o objeto de nosso estudo, a dismorfia muscular.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/11144/4267
metadata.dc.identifier.doi: http://doi.org/10.26619/2183-4806.XV.1.5
ISSN: 2183-4806
Publisher version: http://journals.ual.pt/psique/wp-content/uploads/2019/07/76-97-Eduardo-Medeiros-Jefferson-Moura.pdf
Appears in Collections:EDIUAL - PSIQUE. Vol. 15, Nº1 (2019)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
76-97 Eduardo Medeiros + Jefferson Moura.pdf357.57 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.