Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/3899
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorFigueiredo, Sandra-
dc.contributor.authorCercatti, Maria Juliana Porte-
dc.date.accessioned2018-10-09T12:01:41Z-
dc.date.available2018-10-09T12:01:41Z-
dc.date.issued2018-09-11-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11144/3899-
dc.description.abstractFulcral para a maturação física, intelectual e emocional da criança, o sono assume especial importância no seu crescimento e desenvolvimento. Os problemas do sono infantil têm impacto negativo na vida da criança, nomeadamente na saúde, no desempenho escolar, na qualidade de vida e na própria família. As dificuldades em estabelecer e manter os bons hábitos de sono constituem uma crescente preocupação apresentada pelos pais/educadores aos profissionais de saúde. Na última década, o impacto das novas tecnologias sobre a saúde e o bem-estar infantil é cada vez mais reconhecido e considerado como um problema sério na sociedade contemporânea. A exposição excessiva a ecrãs como a televisão, plataformas de videojogos, tablets, smartphones, computadores, especialmente em idades mais novas, têm sido associado ao baixo desempenho escolar, prejudicando significativamente o comportamento do sono infantil. Este estudo tem como objetivo basilar analisar a frequência de utilização de videojogos e sua influência na qualidade do sono de crianças em idade escolar, especialmente avaliando diferenças determinadas pelo género, idade e habilitações literárias dos pais. A recolha dos dados concretizou-se a partir da utilização do Questionário Sociodemográfico e o Questionário de Hábitos do Sono das Crianças, com uma amostra constituída por 51 crianças, do 1º ciclo do Ensino Básico (2º, 3º e 4º anos). Das 51 crianças, 28 são do género feminino e 23 do género masculino, com idades compreendidas entre 7 e os 10 anos. Os resultados permitiram inferir uma relação significativa entre a qualidade do sono e a frequência de jogar videojogos. A nossa amostra apresentou indicadores no início do sono e o aumento da sonolência diurna estando associados a utilização de videojogos em horários inadequados. Verificamos assim, que a prática de jogar videojogos antes do período de sono interfere na qualidade do sono das crianças em idade escolar, afetando e desregulando os padrões do sono infantil.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectQualidade do Sonopor
dc.subjectFrequência de Jogar Videojogospor
dc.subjectSonolência Diurnapor
dc.subjectInício do Sonopor
dc.subjectHábitos de Sono das Criançaspor
dc.titleA frequência da utilização de videojogos e sua influência na qualidade do sono de crianças em idade escolarpor
dc.typemasterThesispor
thesis.degree.nameDissertação de Mestrado em Psicologia. Psicologia Clínica e de Aconselhamentopor
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Sociais::Psicologiapor
dc.identifier.tid201974096por
Appears in Collections:DPS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Maria Juliana Cercatti.pdf1.67 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.