Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/3605
Title: Mecanismos de ensino e aprendizagem de Língua Segunda: avaliação e condicionamento do comportamento verbal dos aprendentes de Língua Segunda.
Authors: Figueiredo, Sandra
Silva, Carlos Fernandes da
Keywords: Língua Segunda
Aprendizagem
Comportamento
Issue Date: 2009
Publisher: CIDINE
Citation: Figueiredo, Sandra Deolinda Andrade de Bastos; Carlos Fernandes da Silva. Mecanismos de ensino e aprendizagem de Língua Segunda: avaliação e condicionamento do comportamento verbal dos aprendentes de Língua Segunda. , In Atas do II Congresso Internacional CIDInE. , x-x, ISBN: 978-972-806. Vila Nova de Gaia: CIDINE, 2009.
Abstract: A análise do comportamento verbal, não só linguagem, é extremamente útil para iniciar, por sua vez, a própria análise do comportamento humano, que se define, de forma geral, pelas faculdades de cognição, pensamento e linguagem. Porque na aprendizagem de uma Língua/Cultura segundas, os indivíduos, devido a determinados factores, têm comportamentos linguísticos e não linguísticos peculiares, procuramos verificar, a partir de uma mesma amostra nuclear (portuguesa) esses dois tipos de comportamentos, atendendo ao facto da capacidade de desenvolvimento de linguagem começar por depender do aspecto afectivo (preferência pela acústica dos locutores mais próximos, nos primeiros tempos de vida) que se encontra envolvido com o aspecto da maturação de estruturas cerebrais implicadas na competência discriminatória, no âmbito da linguagem. Assim, conduzimos uma investigação, em perspectiva de comparação, de modo a analisar o nível de aspectos motivacionais, afectivos e cognitivos por parte de crianças e adolescentes com experiência migratória, em semelhantes condições, embora com perfis distintos, intencionalmente, quanto às línguas maternas e nacionalidades. Constitui objectivo, por um lado, avaliar e procurar justificar as diferenças essencialmente motivacionais e cognitivas (avaliadas em dois estudos relacionados) entre indivíduos, crianças, adolescentes e adultos, locutores activos de outras línguas maternas que não o Português; por outro lado, desenvolver um tipo de instrumento (aludindo especificamente a um dos estudos) que se apresente simultaneamente como meio de diagnóstico e de intervenção no contexto específico dos discentes em causa, que deverão ser considerados como alunos em circunstâncias excepcionais de aprendizagem.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/3605
ISBN: 978-972-806
Appears in Collections:CIP - Livros e Capítulos de Livros

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo CIDINE.pdf408.09 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.