Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/3442
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBarbas, Stela-
dc.contributor.authorSebastião, Lucas-
dc.date.accessioned2018-02-08T13:29:37Z-
dc.date.available2018-02-08T13:29:37Z-
dc.date.issued2018-01-17-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11144/3442-
dc.description.abstractO objetivo deste estudo é investigar o enquadramento do casamento tradicional no ordenamento jurídico angolano. Inicialmente considerou-se necessário analisar os fatores que levaram a nação angolana a celebrar e reconhecer o casamento tradicional como um ato consuetudinariamente legal no seu ordenamento jurídico. Tanto a autonomia do próprio casamento em si, bem como o reconhecimento no ordenamento jurídico Angolano, tem levantado algumas questões na sociedade porque o modo de celebração e a legalidade varia de região para região. Por isso, almejamos com o presente trabalho, analisar juridicamente até que ponto o casamento tradicional pode ser reconhecido como um casamento legal e reconhecido no ordenamento jurídico angolano.por
dc.language.isoporpor
dc.rightsopenAccesspor
dc.subjectCasamento Tradicionalpor
dc.subjectCostumepor
dc.subjectAngolapor
dc.titleO casamento tradicional angolano.por
dc.typemasterThesispor
thesis.degree.nameDissertação de Mestrado em Direito. Ciências Jurídicaspor
dc.subject.fosDomínio/Área Científica::Ciências Sociais::Direitopor
dc.identifier.tid201832313por
Appears in Collections:DDIR - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO DE MESTRADO.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.