Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/3343
Title: Da Primeira Grande Guerra às guerras de quinta geração. A transformação da guerra e as novas ameaças
Authors: Barata, Pedro Gabriel da Silva
Piedade, João Carlos Lourenço da
Keywords: Relações internacionais
Guerra Fria
Issue Date: 2-Jul-2014
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: O período entre a 1ª Grande Guerra e a 2ª Guerra Mundial representou uma alteração na ordem mundial, em parte devido à implosão dos Impérios Austrohúngaro, Russo, Alemão e Otomano, que fez emergir novos Estados ou levou à formação de alianças, com vista à invasão de outros estados. Era a guerra de atrição, com recurso ao confronto direto de exércitos em massa, como foi o caso da intervenção da França-Inglaterra na Guerra Civil russa. Por outro lado, a revolução industrial, a consequente modernização da tecnologia militar e a globalização, alteraram a natureza da guerra, demonstrando que a conflitualidade poderia alargar-se à escala global. A 2ª Guerra Mundial representou um outro tipo de ameaça à soberania e ao sistema internacional - o desrespeito por quaisquer regras, o confronto de ideologias, os genocídios, o antissemitismo - desencadeando o aparecimento de organizações, como a Organização das Nações Unidas ou a promulgação da Declaração Universal dos Direitos Humanos, normativo internacional regulador do comportamento dos Estados, no sistema internacional. No mundo bipolar da Guerra Fria, dois blocos viveram em constante competição pela corrida e pela proliferação do armamento nuclear que, perante o receio de destruição mútua, de alguma forma pautou a constância e a previsibilidade das ameaças. O fim da Guerra-Fria não significou, per se, um mundo mais estável ou seguro; se por um lado o espectro da catástrofe nuclear parecia afastado, novas ameaças surgiram no seu lugar. A emergência dos nacionalismos e das hostilidades, étnica e religiosa, o ressurgimento do racismo e da xenofobia e a multiplicação dos conflitos localizados, evidenciaram a componente de instabilidade introduzida pela decadência das velhas superpotências, tendo sido os seus efeitos ampliados pela globalização e pelas redes da Era da Informação. Neste sistema internacional, outros intervenientes, que não os Estados, usurparam o uso da violência, a tecnologia desempenha um papel dominante, e o próprio conceito de segurança alarga-se a outras dimensões, para além da militar.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/3343
ISBN: 978-989-8191-64-9
Publisher version: http://observare.autonoma.pt/conference/images/2nd_conference_2014/livro_actas_2014/pedro_barata_joao_piedade.pdf
Appears in Collections:II CONGRESSO INTERNACIONAL DO OBSERVARE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
pedro_barata_joao_piedade.pdf509.38 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.