Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/3244
Title: Estaremos nós na Alvorada de uma Nova Era?
Authors: Valente, João Jacques
Keywords: Movimentos
Magrebe
Novo Mundo
Nova Era
Desemprego
Issue Date: 16-Nov-2011
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: A Globalização com a sua expressão maior no Sistema Financeiro Transnacional, associada ao crescimento tecnológico, que impôs a Tecnologia como Factor Produtivo, mas NãoConcorrente, trouxe consigo o abalar dos modelos Económicos conhecidos, as estruturas Empresariais e as Relações com o “Trabalho”. Independentemente, se em Recessão ou Retoma Económica, o crescimento do Desemprego, de “Previsão” impossível, é um Dado Incontornável. Quando em Crescimento o PIB assenta na alavacagem do (K) pela Tecnologia e na redução do (L). Globalizou-se a Miséria e o Equador da Pobreza dirige-se galopante em direcção ao Pólo Norte. A Miséria, pensada só do Mundo Pobre, acompanha também, perversamente, a Globalização, sendo a fonte todo um conjunto de disfunções sociais, de ordem, de segurança e de cidadania. O Desemprego, é a origem da Velha e (o Transnacional) da Nova Miséria. Atenta contra a dignidade individual e social, já intergeracional. A hiper-produtividade, assente na redução de (L), auto destrói-se por arrefecer a “Procura” que precisa, logo emerge a necessidade de novos paradigmas Políticos, Distributivos, Económicos, Sociais, Educacionais, Financeiros e de Gestão. A Vida, Direito Universal Primeiro, só faz sentido se estruturada à volta da “Dignidade”, com desenvolvimento humano social e individual. A primeira dimensão do garante da “Dignidade” é o “Trabalho”. É por este, que tudo o resto se obtém. As novas Gerações, com as suas contestações tipo M12M, Globalizam-se também, e não querem mais uma existência em que os ciclos de Crescimentos e Recessões, se misturam, mas em ambos, o “Desemprego” cresce e agrava-se, sem oferecer oportunidades no presente e garantindo um futuro que “não existe”. Querem novos rumos e paradigmas, exigem “Vida” com “Liberdade” mas acima de tudo com “Dignidade”. É este o pilar mestre dos novos Movimentos iniciados no Magreb que como uma pandemia se espalharão pelo resto do Mundo. Mudar-se-ão os Paradigmas, ou estará a Mudar o Mundo?
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/11144/3244
ISBN: 978-989-8191-53-3
Publisher version: http://observare.autonoma.pt/conference/images/stories/conference%20images%20pdf/S1/Jacques_Valente.pdf
Appears in Collections:I CONGRESSO INTERNACIONAL DO OBSERVARE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Jacques_Valente.pdf251.39 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.