Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2959
Title: NATO: reforço ou decadência?
Authors: Pinto, Luís Valença
Keywords: NATO
Issue Date: 2016
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Com este texto procura-se discutir a possível evolução da NATO, face às circunstâncias incertas e muito provavelmente difíceis do futuro. É um exercício que recomenda que se tenham presentes duas considerações básicas. A primeira, é que nada impõe que as alianças devam ser eternas, ou seja e como a História abundantemente evidencia, é inteiramente natural e não corresponde a nenhum falhanço que as alianças sejam feitas e possam ser desfeitas conforme as conveniências dos diferentes tempos e situações. A segunda é a constatação da inquestionável capacidade de antecipação e adequação que a Aliança Atlântica tem demonstrado ao longo da sua existência de mais de seis décadas, em particular no período posterior à guerra fria. Uma capacidade que, mais do que lhe ter permitido continuar a existir, o que por si mesmo teria pouco mérito, lhe foi reiteradamente conferindo modernidade política e estratégica e proporcionando utilidade. A questão reside portanto na maior ou menor capacidade da NATO para manter e se possível valorizar ainda mais esse seu padrão de adaptabilidade e aptidão.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2959
ISSN: 2183-4814
Publisher version: http://janusonline.pt/images/anuario2015/3.7_ValencaPinto_Nato.pdf
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2015-2016 - Integração regional e multilateralismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3.7_ValencaPinto_Nato.pdf189.5 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.