Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2887
Title: No first use nuclear e novas posturas
Authors: Tomé, Luis
Keywords: Relações internacionais
Defesa
Estados Unidos da América
Armamento nuclear
Issue Date: 2014
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: As diversas doutrinas e estratégias sobre o emprego das armas nucleares (ver “Doutrinas nucleares”) desenvolveram-se, essencialmente, no contexto de Guerra Fria, sendo consideradas defensivas por natureza e para ser usadas apenas se e após se sofrer um first strike – no que se instituiu como a “norma invisível” da estratégia nuclear. Na realidade, várias potências assumem como parte da sua postura nuclear o no first use (NFU), mas apenas a China e a Índia o enunciam de forma absoluta e incondicional. Com efeito, o NFU surge com nuances sensíveis e no meio de muitas ambivalências, havendo evoluções recentes, algumas das quais preocupantes.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2887
ISBN: 978-989-8191-62-5
Publisher version: http://janusonline.pt/images/anuario2014/3.18_LuisTome_ArmasNucleares2.pdf
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2014 - Metamorfoses da violência (1914-2014)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3.18_LuisTome_ArmasNucleares2.pdf226.4 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.