Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2886
Title: Armas nucleares: velhos problemas, novas missões
Authors: Tomé, Luis
Keywords: Relações internacionais
armamento
Issue Date: 2014
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: As armas nucleares têm uma dimensão única na política internacional e na estratégia. São símbolo e instrumento de um imenso poder político e militar, servindo objectivos diversos de dissuasão, coacção, afirmação, balanceamento ou mesmo chantagem. Em virtude da sua capacidade aterradora de destruição, alteram a racionalidade custos-benefícios e o seu uso na procura de uma vitória no sentido tradicional é virtualmente impossível. Por isso, tornaram-se as primeiras armas da história e da estratégia militar cujo fim prioritá- rio é não serem utilizadas. E só o foram uma vez, pelos EUA, nos bombardeamentos atómicos sobre as cidades de Hiroshima e Nakasaki, em Agosto de 1945 – num contexto particular de guerra aberta e declarada para fazer capitular o Japão e num momento em que apenas os EUA possuíam esta arma. Embora nunca tenham sido empregues, a existência de armas nucleares afecta todos os cálculos das potências e da segurança internacional.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2886
ISBN: 978-989-8191-62-5
Publisher version: http://janusonline.pt/images/anuario2014/3.17_LuisTome_ArmasNucleares1.pdf
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2014 - Metamorfoses da violência (1914-2014)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
3.17_LuisTome_ArmasNucleares1.pdf225.82 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.