Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/288
Title: Antecedentes e consequências de orientação para o mercado
Authors: Yevdokymenko, Natalya
Orientador: Dias, Álvaro Lopes
Keywords: Orientação ao Mercado
Satisfação dos clientes
Equipa
Desempenho
Issue Date: 2-Oct-2013
Abstract: A orientação para o mercado tem recebido substancial interesse investigativo e editorial nas últimas décadas. Este estudo pretende investigar antecedentes e consequências de orientação para o mercado nas empresas portuguesas, no setor dos serviços. Com este intuito, foi recolhida uma amostra composta por 201 empresas portuguesas. Para a realização desta pesquisa, recorreu-se a uma metodologia de índole quantitativa, aferimos alta direção e experiência, ligação interdepartamental e colaboração transfunсional, processos organizacionais, orientação para o mercado, satisfação do cliente, equipe e desempenho empresarial. Os resultados obtidos, através do recurso ao programa de análise estatística SPSS, permitem-nos perceber que a experiência dos gestores contribui 43% para a orientação para o mercado da empresa e a ligação e dinâmica entre os departamentos é um fator importante para que a empresa se oriente para o mercado também contribui 43%. Os processos organizacionais se correlacionam significativamente (38%) e de forma positiva com a orientação para o mercado. A equipa se correlaciona positiva e significativamente (43%) com a orientação para o mercado. A correlação significativa positiva forte (32%) entre a satisfação do cliente e a orientação para o mercado. O desempenho empresarial correlaciona-se positiva e moderadamente, indicando que quando há um aumento de desempenho, há também uma maior orientação para o mercado (24%). A satisfação do cliente explica em 21% o desempenho da empresa ou seja a satisfação do cliente está positivamente relacionada com a melhoria no desempenho dos negócios. Usando técnicas estatísticas testamos o modelo de forma mais parcimoniosa e global e confirmaram-se todas as sete hipóteses do modelo. Estes dados, podem ter influência ao nível do planeamento estratégico permitindo às empresas criar estratégias flexíveis para coordenar e reafectar os recursos, conseguindo obter uma vantagem competitiva sustentável.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/288
Appears in Collections:DCEET - Dissertações de Mestrado
BUAL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação em WORD Natalya Yevdokymenko_VFinal.pdf999.36 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.