Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2830
Title: A governação global e a multiplicação dos “G-s”
Authors: Santos, Sofia
Keywords: Governação global
G-s
Issue Date: 2014
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: A gestão coletiva de desafios e ameaças comuns no plano internacional na ausência de um governo mundial, centralizado, com funções equiparáveis às de um governo estatal, decorre da perceção de que os inúmeros problemas globais, consequência da globalização com a intensificação das relações transnacionais, requerem soluções globais. No incompleto puzzle da governação global, paralelamente ao multilateralismo institucionalizado, têm surgido “peças de governação”1 global de natureza informal, entre as quais os denominados “G-s”. Estes fóruns informais constituídos por Estados de relevo a nível político e/ou econó- mico no sistema internacional inserem-se num fenómeno mais amplo qualificado de “minilateralismo” ou “club governance”. Entre elogios e crí- ticas, os “G-s” têm sido, desde a década de setenta do século XX, um ator incontornável nos esforços coletivos para identificar, compreender, gerir e resolver assuntos prementes na agenda internacional.
Peer reviewed: yes
URI: http://hdl.handle.net/11144/2830
ISBN: 978-989-8191-62-5
Publisher version: http://janusonline.pt/images/anuario2014/1.1_SofiaSantos_GovernacaoGlobal.pdf
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2014 - Metamorfoses da violência (1914-2014)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1.1_SofiaSantos_GovernacaoGlobal.pdf217.01 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.