Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2657
Title: Habitar Monsanto. Bairro-Monsanto-Cidade suburbio
Authors: Milheiro, Maria Inês do Nascimento Antunes
Orientador: Lobo, Inês
Moreno, Joaquim
Keywords: Lisboa
Bairro
Monsanto
Issue Date: 19-Apr-2016
Abstract: A Cidade de Lisboa tem vários registos urbanos e um dos que se identifica facilmente na malha urbana é a densa massa arbórea do Parque Florestal de Monsanto. Este momento na cidade torna possível “viver entre” ou em dois ambientes distintos: o Urbano e o Arbóreo Monsanto corresponde, proporcionalmente, a um terço da área de Lisboa, mas por ser pouco “programado” a sua vivência é pouco integrada na vida da cidade, assumindo uma área desmesurada que deturpa essa aparente proporção. O sistema viário delimita o Parque de Monsanto e também o divide em duas partes. No encontro com a cidade a Norte, além das cotas mais elevadas, os sistemas infra estruturado funciona como uma barreira. A sul, onde a cidade se encontra com o rio, a topografia é mais suave e o encontro entre estes dois ambientes acontece mais facilmente. Esta barreira é um ‘’escudo’’ à invasão da massa construída. No entanto, no limite de Monsanto também se identificam alguns sistemas habitáveis, definidos por um conjunto de Bairros que fazem parte dele, tal como as restantes pré-existências.
Description: Dissertação de mestrado integrado em arquitectura
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2657
Appears in Collections:DA - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Resumo habitar monsanto.pdf9.63 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.