Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/259
Title: O novo acordo de concertação social para 2012 na ordem jurídico-económica nacional. A erosão dos artigos 58.º e 59.º da atual Constituição da República Portuguesa.
Authors: Silva, Viviana Lestre da
Orientador: Roque, Ana
Keywords: Diálogo social
Constituição portuguesa
Artigos
Erosão
Issue Date: 17-Oct-2013
Abstract: Em Portugal nunca se falou tanto em perda de direitos adquiridos como hoje, nem tão pouco foram presenciadas tantas manifestações da população para impedir a erosão dos seus direitos sociais, em particular do seu direito ao trabalho . O nosso estudo tem por objetivo aferir se existiu e ainda permanece em curso a erosão dos direitos constitucionais contidos nos artigos 58.º e 59.º da Constituição da República após a revolução de 25 de abril de 1974. Para respondermos a este problema procuramos fundamentar a referida erosão ao longo das revisões constitucionais operadas após 1976, indagamos a viabilidade doutrinária e jurisprudencial da aplicação do princípio da proibição do retrocesso social, procuramos ainda a erosão da soberania da nossa Constituição no direito comunitário, chegando á conclusão de que esta erosão operou de facto. Por fim, encetamos um estudo direcionado para os motivos que levaram à ratificação do acordo de concertação social para 2012 em Portugal, analisando as principais erosões que a sua aprovação potenciou aos artigos 58.º e 59.º. A presente dissertação vem responder a uma complexa questão: “estarão os artigos 58.º e 59.º em plena marcha de erosão”?
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/259
Appears in Collections:DDIR - Dissertações de Mestrado
BUAL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf1.24 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.