Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2399
Title: As métricas de avaliação como determinante do acto médico de prescrição
Authors: Silva, Alexandre Jorge Mateus Ferreira da
Orientador: Dias, Álvaro Lopes
Keywords: custos
saúde
métricas
médico
prescrição
medicamento
genérico
Issue Date: 27-Oct-2015
Abstract: Se há um tema que tem levantado alguma celeuma, de forma transversal a todos os sectores de actividade económica, esse será seguramente a avaliação ao desempenho profissional, a que cada indivíduo deve estar sujeito no âmbito da profissão que escolheu. Prática comum em algumas áreas de actividade, desde há muito tempo a esta parte, com maior preponderância no sector privado que no público, esta tem sido uma ferramenta cada vez mais utilizada ao nível da gestão empresarial, quer como forma de distinguir o mérito individual no desempenho de tarefas idênticas, quer com o objectivo de optimizar recursos e reduzir custos. Várias questões têm sido no entanto levantadas quanto à credibilidade, e consequente real valia, deste tipo de ferramenta de gestão, considerando que existem relatos de situações em que os profissionais alvo de avaliação se concentram, a partir de determinada altura, mais no objectivo a cumprir e menos na excelência de desempenho da sua tarefa. O propósito deste trabalho é: (i) identificar e compreender de que forma a introdução de métricas de avaliação do desempenho dos profissionais de saúde – indicadores de desempenho, condiciona o acto médico de prescrição; (ii) quais as alterações decorrentes da introdução de indicadores de desempenho na avaliação dos médicos, na hierarquia de atributos que determinam a escolha de um medicamento; (iii) abrir espaço a futuras investigações sobre o impacto económico dessa medida nos custos do sector da saúde em Portugal. Durante realização desta investigação foram consultados vários trabalhos anteriores relacionados com a mesma área, servindo as evidências sustentadas pelos mesmos como base da proposta aqui apresentada. Destacamos o trabalho de Green, Goldberg & Montemayor (1981), cuja metodologia foi agora seguida, com o intuito de avaliar a importância das métricas de avaliação durante o processo de tomada de decisão do médico prescritor. 4 No âmbito deste trabalho de investigação são considerados especificamente os médicos especialistas em Medicina Geral e Familiar, que exercem a sua actividade em Unidades de Saúde Familiar (USF). Da literatura existente e do trabalho de campo realizado, torna-se evidente que os médicos (i) sentem-se condicionados no exercício da sua actividade profissional pela necessidade de cumprimento dos indicadores de desempenho estabelecidos; (ii) a redução de custos em cuidados de saúde primários pode ser insignificante quando comparada com o aumento de custos nos cuidados de saúde secundários.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2399
Appears in Collections:DCEE - Teses de Doutoramento
BUAL - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Doutoramento Economia 22 Julho 2015_FINAL.pdf2.06 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.