Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2161
Title: A inserção portuguesa nas organizações militares e de segurança
Authors: Antunes, Carlos
Issue Date: 1998
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Portugal tem-se afirmado ultimamente na cena internacional como um país profundamente empenhado nas organizações militares e de segurança a que pertence, assumindo um papel activo nos seus actuais processos de reestruturação institucional e/ou operacional. O nosso crescente empenhamento na participação em operações de manutenção da paz promovidas pela Organização das Nações Unidas (ONU), devendo aqui ser destacadas as nossas intervenções em Angola (UNAVEM II e UNAVEM III e provavelmente na já prevista MONUA), em Moçambique (ONUMOZ II), no território do Sara Ocidental (MINURSO) e no território da antiga Federação Jugoslava (UNMIBH, UNMOP, UNPREDEP), tem vindo a demonstrar que Portugal se está a adaptar à nova realidade internacional. A nossa aposta no processo de adaptação à nova realidade internacional da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), no fortalecimento da União da Europa Ocidental (UEO), bem como na crescente afirmação da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) como fórum privilegiado de diálogo e de coordenação, vem confirmar a disposição do nosso país em também se mostrar parte interessada na construção de um novo sistema de segurança na área euro-atlântica.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2161
ISBN: 972-8179-22-7
Publisher version: http://janusonline.pt/1998/1998_3_1.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 1998 - Relações com as grandes regiões do mundo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus98_3_1.doc356.5 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.