Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2108
Title: Conservação da Natureza
Authors: Mendes, Isabel
Issue Date: 2000
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: O nível de crescimento e de desenvolvimento que o mundo atingiu neste final de século fundamentou-se na suposição de uma capacidade ilimitada dos ecossistemas em absorverem qualquer tipo de distúrbio, sem que por isso sofressem alterações no seu funcionamento implicando modificações qualitativas do seu estado inicial. Assim sendo, os agentes económicos foram fazendo uso dos recursos naturais renováveis e não renováveis, substituindo-os sempre que atingiam o ponto de exaustão ou os limites das suas capacidades de sustentação (a Capacidade de Sustentação de um ecossistema é o nível máximo de stress que ele pode suportar, sem sofrer nenhuma alteração qualitativa de estado). Mas a situação a que chegou o ambiente neste fim de século veio demonstrar que a tradicional forma de a sociedade olhar o ambiente está definitivamente errada e tem-se revelado perigosa para a qualidade de vida do ser humano, para não dizer para a sua própria sobrevivência.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2108
Publisher version: http://janusonline.pt/1999_2000/1999_2000_3_2_14.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 1999-2000 - Dinâmicas e tendências das relações externas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus9900_3_2_14.doc219.5 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.