Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2057
Title: Portugal e os fluxos internacionais de investimento directo
Authors: Simões, Vítor Corado
Issue Date: 2000
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Em 1996, pela primeira vez no pós-guerra, o investimento directo português no estrangeiro (IDPE) ultrapassou, em termos de valores líquidos, o investimento directo estrangeiro em Portugal (IDEP): 118 contra 109 milhões de contos. Os elementos provisórios relativos a 1998 indicam que o IDPE correspondeu a cerca de 2,8 vezes o IDEP. Parece, assim, estarmos a assistir a uma transição histórica na economia portuguesa: de tradicional receptor de capitais, Portugal está a transformar-se numa economia onde os fluxos de saída de investimentos directos começam a ultrapassar os de entrada. Embora a relação observada em 1998 possa ser considerada excepcional, não há dúvida de que muitas empresas portuguesas estão apostadas em projectos de internacionalização, respondendo aos desafios de uma economia mundial cada vez mais globalizada.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2057
ISBN: 972-8179-30-8
Publisher version: http://janusonline.pt/1999_2000/1999_2000_1_45.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 1999-2000 - Dinâmicas e tendências das relações externas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus9900_1_45.doc221 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.