Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2052
Title: As relações externas da transição para a democracia
Authors: Telo, António José
Issue Date: 2000
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: A mudança do posicionamento de Portugal no mundo em 1974/76 é de grande envergadura e só tem um paralelo no passado mais recente se a compararmos com a que se dá em 1807/1825, com a perda do Brasil. Em ambos os casos muda por completo a inserção do país no sistema e na economia internacional e a teia diplomática que a condiciona, o que decorre paralelamente a uma alteração profunda do sistema político, das relações sociais e da economia interna. Em 1974/76 termina o ciclo de cinco séculos de Império, uma condicionante básica em toda a anterior evolução do país. Portugal vira-se tardiamente para uma Europa em rápida evolução e adopta as estruturas políticas nela dominantes desde a Segunda Guerra Mundial. É uma transição que se insere na passagem da segunda para a terceira fase do sistema internacional da guerra fria, numa altura em que o poder dos dois pólos do sistema está muito desgastado e em que se erguem importantes centros regionais com forte autonomia, como a CEE ou a China.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2052
ISBN: 972-8179-30-8
Publisher version: http://janusonline.pt/1999_2000/1999_2000_1_40.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 1999-2000 - Dinâmicas e tendências das relações externas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus9900_1_40.doc154.5 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.