Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2029
Title: Portugal na Monarquia dos Áustrias
Authors: Hespanha, António Manuel
Issue Date: 2000
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: A integração de Portugal no complexo político conhecido como "Monarquia Católica (i.e., universal)" ou Monarquia dos Áustrias tem antecedentes na política de integração dinástica prosseguida pelas cortes portuguesa e castelhana desde os finais do séc. XV (Cunha, 1993). Na sequência da morte de D. Sebastião e do Cardeal-Rei, Filipe II de Espanha apresentava títulos sérios a herdeiro da coroa portuguesa. Os melhores juristas da época dividiram-se entre o seu partido e o da Duquesa de Bragança. Os interesses sociais e políticos em presença também se dividiam. Os senhores de terras aspiravam aos privilégios jurisdicionais dos senhores no reino de Castela. Os negociantes desejavam o acesso às Índias de Castela. A Igreja temia a sujeição ao regime tributário vigente em Espanha. As elites culturais eram atraídas pelo brilho da cultura castelhana. O povo miúdo participava de um anti-castelhanismo difuso. Os "homens de Estado" ponderavam os interesses de Portugal, que tanto podia lucrar com a integração num complexo político tão forte como a Monarquia do Rei Católico, como ser arrastado nos conflitos que ela mantinha (Bouza Álvarez, 1987).
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2029
ISBN: 972-8179-30-8
Publisher version: http://janusonline.pt/1999_2000/1999_2000_1_16.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 1999-2000 - Dinâmicas e tendências das relações externas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus9900_1_16.doc283 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.