Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/2002
Title: A rede de Embaixadas e Consulados
Authors: Amorim, Fernando
Issue Date: 2002
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Desde finais do séc. XIV, com os Descobrimentos portugueses e a abertura do Mundo,assistiu-se em Portugal à construção de uma vasta rede de contactos político-diplomáticos,embora não existisse na época um corpo de funcionários adstritos à diplomacia.As missões diplomáticas, constituídas por nobres, prelados e doutores, eram decarácter itinerante e as regras de direito diplomático imprecisas, apesar daimportância atribuída às complicadas questões de protocolo, como o testemunhao estabelecimento por Afonso V (Janeiro de 1471) dos “dytados em lynguosagem”que se haveria de usar na correspondência com os soberanos e príncipes estrangeiros,a ordem de precedência que seria dada aos respectivos embaixadores, e o estabelecimentode ordenados, corregimentos e mantimentos (fixados por regimento de Setembrode 1473) aos embaixadores e pessoas que por ele fossem enviados “fora de seusReinos, com embaixadas ou recados”.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/2002
ISBN: 972-8179-42-1
Publisher version: http://janusonline.pt/2002/2002_3_3_1.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2002 - A política externa portuguesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2002_3_3_1.doc178.5 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.