Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1995
Title: A “razão humanitária” e a participação portuguesa
Authors: Nobre, Fernando
Issue Date: 2005
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Antes de proceder ao historial, muito parco infelizmente, da participação de organizações humanitárias portuguesas em paralelo com a presença das forças militares e de segurança em operações “com objectivos humanitários”, importa esclarecer que o que está em causa não é uma presença militar, per si, que sempre ocorreu nos vários palcos de conflito, precedida ou seguida de situações humanitárias graves, antes, uma mudança de paradigma com que as forças militares e as instituições humanitárias, em geral, acabam por ter que conviver. A presença de forças militares e de segurança em situações de conflito resulta hoje de um novo paradigma em que é invocada a “razão humanitária” como justificativo determinante da sua presença, quando não da própria génese da intervenção militar. Assim aconteceu recentemente na Somália, Bósnia, no Kosovo e até em Timor, no Afeganistão e no Iraque.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1995
ISBN: 972-8892-28-4
Publisher version: http://janusonline.pt/2005/2005_4_3_14.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2005 - A guerra e a paz nos nossos dias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2005_4_3_14.doc172.5 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.