Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1914
Title: Instituições, salários e custos de trabalho na União Europeia
Authors: Centeno, Mário
Issue Date: 2002
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: No quadro da União Económica e Monetária (UEM), a política macroeconómica resultada interacção, por um lado, da política monetária, sob a responsabilidade doBanco Central Europeu e, por outro lado, das políticas orçamentais de cada EstadoMembro e da evolução salarial. Esta variável tem um papel importante para a políticamacroeconómica dado que os salários totais representam cerca de 50 por centodo Produto Interno Bruto, ou seja o equivalente ao Orçamento Geral dos EstadosMembros. Esta importância é ainda mais visível se considerarmos o impacte directoe indirecto da evolução dos salários e dos custos de trabalho em variáveis macroeconómicastais como a inflação, competitividade e lucratividade das empresas, formaçãodo rendimento disponível das famílias, procura final, crescimento e emprego.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1914
ISBN: 972-8179-42-1
Publisher version: http://janusonline.pt/2002/2002_1_2_3.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2002 - A política externa portuguesa

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2002_1_2_3.doc179 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.