Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1730
Title: Armas de destruição maciça: proliferação e mecanismos de controlo
Authors: Palma, Elisabete
Issue Date: 2003
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: A existência de tratados e convenções internacionais com vista à regulamentação das armas químicas, biológicas e nucleares (NBQ), embora numerosa, não constituiu impedimento para que os Estados desenvolvessem os seus programas de armamento. No final da I Guerra o protocolo de Genebra visava limitar o uso de armas químicas; a convenção sobre armas biológicas de 1975 proibe a produção e armazenamento deste tipo de armas, não impedindo no entanto que tivessem sido utilizadas em várias ocasiões. O grande problema actual é o da proliferação de armamento, resultante em parte da implosão da URSS.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1730
ISBN: 972-8197-47-2
Publisher version: http://janusonline.pt/2003/2003_2_2_17.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2003 - A convulsão internacional

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2003_2_2_17.doc235 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.