Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1682
Title: Filosofia e Bíblia, raízes da Europa
Authors: Belo, Fernando
Issue Date: 2005
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Em filosofia, uma aporia é um impasse lógico, uma contradição insanável. Foi o que se alojou no coração da teologia cristã, quando, no passo do II ao III século da nossa era, Clemente de Alexandria e sobretudo Orígenes, filósofos convertidos ao cristianismo cruzaram a Bíblia, conjunto de narrativas, e a filosofia, argumentação gnosiológica sobre definições. Aquelas contam acontecimentos sucedidos (mas também ficções) nos seus contextos sociais e culturais: são portanto singulares. Pelo contrário, os textos gnosiológicos rompem com os contextos, escrevem fora do tempo, das pessoas e das circunstâncias, estruturam-se à base da cópula intemporal da definição (e equivalentes) que só conhece o singular ‘é’ e o plural ‘são’, o que os torna capazes de asserções de carácter geral ou absolutas, de relações intemporais e permanentes, de argumentos de autoridade, do tipo clássico o humano é um animal racional/todos os humanos são mortais.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1682
ISBN: 972-8892-28-4
Publisher version: http://janusonline.pt/2005/2005_3_6.html
Appears in Collections:BUAL - Artigos/Papers
OBSERVARE - JANUS 2005 - A guerra e a paz nos nossos dias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2005_3_6 (1).doc162 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.