Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1608
Title: A NATO no Afeganistão e no Iraque
Authors: Tomé, Luis
Issue Date: 2005
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: No momento da sua criação, em Abril de 1949, a NATO foi concebida estritamente como uma organização de defesa colectiva destinada a assegurar a integridade dos seus Estados-membros perante a ameaça comunista e soviética. Depois da Guerra Fria, a NATO evoluiu para passar a ser uma organização de segurança e defesa na área euro-atlântica, desempenhando assim missões de imposição e de manutenção da paz nos Balcãs – Bósnia-Herzegovina, Kosovo e Macedónia. Entretanto, começou a equacionar-se um papel da Aliança para lá da área euro-atlântica. Em 2003, a NATO lançou a primeira missão out of area, no Afeganistão, e apoiou a Turquia e a Polónia na sequência dos acontecimentos em torno do Iraque. Na Cimeira de Istambul, em finais de Junho de 2004, a Aliança Atlântica decidiu expandir a sua assistência à segurança no Afeganistão e, mais relevante ainda, decidiu assistir o Iraque através da formação das suas forças de segurança. Confirma-se, assim, a nova vocação da NATO para projectar segurança e estabilidade para lá do continente europeu.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1608
ISBN: 972-8892-28-4
Publisher version: http://janusonline.pt/2005/2005_1_1_9.html
Appears in Collections:BUAL - Artigos/Papers
OBSERVARE - JANUS 2005 - A guerra e a paz nos nossos dias

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2005_1_1_9.doc188 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.