Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1481
Title: A omnipresença militar norte-americana e a nova NATO
Authors: Tomé, Luis
Issue Date: 2004
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Após o fim do confronto bipolar, os EUA desenvolveram intervenções em vários conflitos: Somália, Haiti e Panamá (baixa intensidade), nos Balcãs (maior intensidade) e mais recentemente no Afeganistão e no Iraque. Apesar das diversas motivações para a intervenção e dos diferentes contextos dos conflitos, estas operações constituem uma demonstração inequívoca de afirmação hegemónica de poder e de capacidade de intervenção em qualquer cenário. Também a NATO se tem adaptado a esta orientação estratégica dos EUA, confirmada na última Cimeira, realizada em Novembro de 2002.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1481
ISBN: 972-8179-82-0
Publisher version: http://janusonline.pt/2004/2004_1_1_8.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2004 - O mundo e a justiça
BUAL - Relatórios/Pareceres

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2004_1_1_8.doc230 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.