Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/145
Title: O Museu Azul de Juromenha: Memória, Permanência e Palimpsesto: a Metonímia da Tectónica
Authors: Segura, Nuno Manuel Simões
Orientador: Bacchetta, Anna
Mateus, Francisco Aires
Moreno, Joaquim
Mateus, Manuel Aires
Keywords: Museu
Memória
Permanência
Palimpsesto
Issue Date: 2012
Abstract: Localizada no Alto Alentejo, nas margens do Guadiana, a Fortaleza de Juromenha domina a paisagem, sobranceira à aldeia de quem foi mãe. Trata-se de um legado de importância inquestionável pelos seus valores patrimoniais e identitários. Hoje, longe do seu auge, encontra-se reduzida a ruínas. Uma presença, um guarda silencioso na paisagem à qual agora pertence. O Museu Azul de Juromenha ambiciona escrever um novo estrato de tempo, a partir da premissa da sua inscrição dentro da Fortaleza de Juromenha, génese da ocupação humana no local; uma metamorfose que se incide no desenho e na reabilitação, tendo também o tempo como material. Memória, Permanência e Palimpsesto: A Metonímia da Tectónica é uma reflexão sobre o tempo e as suas transformações sobre a arquitetura e sua tectónica
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/145
Appears in Collections:DA - Dissertações de Mestrado
BUAL - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertaçao_nuno segura.pdf130.61 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.