Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1434
Title: Coordenação da UE na ONU e reforma das Nações Unidas
Authors: Tomé, Luis
Issue Date: 2006
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: O estabelecimento da PESC acentuou a necessidade de os Estados-membros, o Conselho e a Comissão coordenarem as suas acções nas relações externas e, em particular, no seio da ONU, a fim de que o seu peso colectivo possa ter mais impacto no mundo. Por outro lado, manifestando-se apoiantes de “uma ordem internacional baseada num efectivo multilateralismo”, a UE e seus Estados-membros têm constantemente reafirmado o empenho em fortalecer as Nações Unidas, procurando dotar esta organização da autoridade e dos meios necessários ao cumprimento das suas responsabilidades e à prossecução dos seus objectivos. De facto, o contributo europeu para o sistema das Nações Unidas é significativo. Além disso, a cooperação e a complementaridade UE-ONU têm-se alicerçado nos vários domínios. Pelo que é estranho e, até certo ponto, surpreendente que o empenho, o papel e, sobretudo, o impacto da UE na reforma das Nações Unidas estejam aquém do que se poderia esperar.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1434
Publisher version: http://janusonline.pt/2006/2006_3_1_13.html
Appears in Collections:DRI - Artigos/Papers
BUAL - Artigos/Papers
OBSERVARE - JANUS 2006 - A nova diplomacia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2006_3_1_13.doc343 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.