Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1413
Title: Da regulação local à negociação global
Authors: Fernandes, Paulo
Issue Date: 2008
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: A negociação colectiva é um processo de negociação entre sindicatos e empregadores tendo em vista a elaboração de regras que conduzam a uma regulação conjunta. O papel central da negociação colectiva entre empregadores e trabalhadores, bem como entre as suas organizações, no âmbito das relações industriais, no espaço europeu, é reconhecido pelo artigo 28 da Carta dos Direitos Fundamentais da União Europeia ( Right of Collective Bargaining and Action ) e no artigo 12 da Carta Comunitária dos Direitos Sociais Fundamentais dos Trabalhadores, que data de 1989. A ideia que surge associada à negociação colectiva e que no fundo se relaciona com a forma de organizar o mundo laboral, prende-se essencialmente com a forma de regular o trabalho e as várias dimensões associadas, como está explicitado na Convenção n.º 98 da OIT (Organização Internacional do Trabalho) e que é descrita do seguinte modo: “ Negociação voluntária entre empregadores ou organizações de empregadores e organizações de trabalhadores, com o objectivo de regular as condições e os termos de emprego através de acordos colectivos ” (Silva, 1996:3).
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1413
ISBN: 978-989-619-135-1
Publisher version: http://janusonline.pt/2008/2008_4_5_6.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2008 - O que está a mudar no trabalho humano
BUAL - Artigos/Papers

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2008_4_5_6.doc870.5 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.