Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1401
Title: Sindicalismo e movimentos sociais
Authors: Estanque, Elísio
Issue Date: 2008
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: O movimento operário emergiu, como se sabe, na sequência de um conjunto de convulsões que marcaram a Europa da era moderna, desde finais do século XVIII. Foram as duras condições impostas pelo capitalismo selvagem do século XIX que fizeram emergir o operariado como classe. O nascimento da chamada working class em Inglaterra forjou-se da fusão entre identidades comunitárias e identidades de classe, num quadro de relativa dispersão e sob a influência de ambientes culturais específicos. Ou seja, a classe operária não surgiu, como por vezes se pensa, animada fundamentalmente por objectivos progressistas, revolucionários ou emancipatórios mas, em boa medida, a partir de lutas desencadeadas em nome da defesa da comunidade e muitas vezes contra a inovação técnica, como foi o caso do movimento ludista (Thompson, 1987; Savage, 2004).
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1401
ISBN: 978-989-619-135-1
Publisher version: http://janusonline.pt/2008/2008_4_4_4.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2008 - O que está a mudar no trabalho humano
BUAL - Artigos/Papers

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2008_4_4_4.doc342 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.