Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11144/1213
Title: Dar es Salaam: porto de paz
Authors: Bryceson, Deborah Fahy
Issue Date: 2009
Publisher: OBSERVARE. Universidade Autónoma de Lisboa
Abstract: Com mais de três milhões de habitantes, Dar es Salaam espraia-se ao longo de uma área extensa do continente ao Oceano Índico. À excepção do magnífico porto natural e das praias de areia branca, Dar es Salaam parece-se com qualquer metróple africana, cuja população se agita numa azáfama constante pela sobrevivência. Embora não se possa vangloriar de uma herança arquitectónica ou histórica, a cidade tem uma vantagem sobre outras capitais do leste africano. Dar es Salaam tem-se mantido fiel ao seu nome, «porto de paz», pois não foi palco de violência política ou étnica como outras capitais durante o período pós-colonial (1). Esta paz contrasta com o elevado número de mortes em Kampala, no Uganda, na década de setenta, sob o governo de Idi Amin, com o genocídio em Kigali, no Ruanda, no início da década de noventa, e com a guerra entre clãs em Mogadíscio, de que resultaram inúmeras mortes e mutilações desde o seu início em 1991. A capital etíope, Addis Ababa, e a capital do Quénia, Nairobi, também foram, ao longo dos anos, palcos de violentos conflitos políticos durante protestos civis.
Peer reviewed: no
URI: http://hdl.handle.net/11144/1213
ISBN: 978-989-619-176-4
Publisher version: http://janusonline.pt/2009/2009_3_6_3.html
Appears in Collections:OBSERVARE - JANUS 2009 - Aliança de civilizações: um caminho possível?

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
artigo_janus2009_3_6_3.doc204 kBMicrosoft WordView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Currículo DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.